Imprimir esta página
16
Outubro

PCdoB-RJ realiza Plenária contra o fascismo e pela vitória do campo progressista no 2° turno

Escrito por 
Publicado em Estado

Nesta segunda-feira, 15 de outubro, o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) realizou uma importante Plenária Estadual no Rio de Janeiro. Manuel Rangel, membro do Comitê Central do Partido e integrante da coordenação nacional da comunicação da campanha de Fernando Haddad, participou do encontro.

 

A iniciativa buscou fortalecer a luta decisiva contra o fascismo e o entreguismo que ameaçam a nação com a possibilidade de Jair Bolsonaro (PSL) chegar ao poder central do país. A Plenária buscou orientar e organizar o Partido para as tarefas do segundo turno, rumo à vitória de Fernando Haddad (PT).

 

O encontro também teve o objetivo de mobilizar as bases do PCdoB para diversas atividades ao longo dessa batalha do segundo turno, visando enfrentar o fascismo representado por Jair Bolsonaro. A Plenária reafirmou o voto 13 para presidente. 

 

A Plenária contou com a presença de representantes de 11 cidades, além de dirigentes e militantes do Movimento Sindical, da Frente de Mulheres, da Juventude, da Luta Anti-Racismo, do Movimento LGBT, além de candidatos e candidatas do PCdoB. Cerca de 150 pessoas compareceram à reunião.

 

Natanael Firmino, Secretário Estadual de Organização do PCdoB no Rio de Janeiro, falou sobre a importância da Plenária nesse momento tão decisivo. De acordo com o dirigente comunista:

 

“O papel fundamental dessa Plenária foi o de reunir a militância comunista no estado do Rio de Janeiro para que a gente se organize para essa batalha do segundo turno. Apesar do avanço das ideias fascistas, nós estamos convictos de que temos força pra virar o jogo e eleger Haddad presidente da República (...) A Plenária também teve o papel de reafirmar que o PCdoB buscará construir uma Frente Ampla com partidos políticos mas, também, com representantes da sociedade civil e dos movimentos sociais, para debater o futuro político do Brasil. O que está em jogo não é o Partido que vai eleger o candidato A ou B, mas o que está colocado é uma disputa de dois projetos completamente antagônicos (...) A Plenária também teve o objetivo de mobilizar o Partido, nesta quarta (17), por exemplo, já teremos Plenárias na Região Norte-Fluminense (Campos), na Região dos Lagos (Cabo Frio), e na Região Serrana (Petrópolis) para, na mesma linha, debater a construção de uma grande Frente para combater a onda fascista, dividir o voto no lado de lá, e ganhar corações e mentes entre os indecisos”.

 

WhatsApp_Image_2018-10-16_at_11.49.44.jpeg

 

Avalie este item
(0 votos)